Editorial Arauto 68

Fomos, Somos e Seremos!

Chegamos aquele momento do ano em que realizamos um balanço do caminho realizado no último ano, e projetamos os nossos desejos e objetivos para o novo ano que se nos apresenta.

Fechamos o ano, com um trimestre de intensa atividade, por onde este ARAUTO passará um olhar mais aprofundado com as participações individuais e coletivas dos escuteiros adultos, contudo não poderia deixar de reforçar alguns momentos especiais.

A receção da estação nacional do JOTA JOTI, que mesmo sem presenças habituais deste tipo de estação, permitiu contribuir para o o fortalecimento da Amizade, da Fraternidade e do Espirito de Serviço que nos deve orientar. Aos que por ali passaram o meu agradecimento pela forma como o fizeram mostrando que Escutismo Adulto é um caminho que se faz com todos caminhando lado a lado Por Um Mundo Melhor.

O Curso de Aprofundamento que permitiu reforçar conhecimentos e dotar as direções dos núcleos de ferramentas e técnicas para o cumprimento da missão da Fraternidade Nuno Alvares.

O Dia da Região, onde além da tomada de posse dos novos órgãos regionais, contou com a presença da região de Braga e da região de Lisboa através dos seus representantes, que sempre dizem presente aos nossos convites, com amizade e fraternidade. Mas nesta atividade os pontos altos foram sem sobra para qualquer dúvida, a Boa Ação Coletiva e os caminhos para o Futuro traçados por todos os escuteiros. A Boa Ação Coletiva foi um gesto digno de uma associação escutista e verdadeiramente fraterna, dado que foi possível que todos os núcleos da região participassem, mesmo os que não puderam estar presentes, na oferta de uma passadeira de manutenção à CAID. Para o futuro ficou a porta aberta para a construção de um campo escutista na cidade de Santo Tirso e um reconhecimento pela autarquia da qualidade da Fraternidade Nuno Alvares nos projetos que participa e se envolve de e para a comunidade.

Para 2018 temos fortes objetivos que em conjunto conseguiremos atingir e ultrapassar, pois seremos o resultado da soma de todos!

Temos um tema anual significativo: Fraternidade, Cidadania e Voluntariado, inspirado no segundo princípio escutista, O Escuta é filho de Portugal e bom Cidadão!

A Direção Nacional propõe-nos um desafio para este novo ano: “Não é certamente necessário utilizar muita retórica, nem trazer-vos muitos exemplos… apenas lembrar que só com ações, poderemos certamente fazer a diferença e que diferença.

Assim, o desafio que propomos a cada Núcleo, porque não a cada Associado, é o de procurarem encontrar um PROJECTO que possam abraçar e durante este ano desenvolvê-lo de acordo com as possibilidades de cada Núcleo e/ou individuo.”

Teremos neste novo ano, um maior foco na nossa missão de deixar o mundo melhor que o encontramos, quer individualmente quer coletivamente, assim estejamos sempre alerta para servir.

Fomos aquilo que os Escuteiros Adultos do Porto quiseram!

Somos aquilo que todos vós querem!

Seremos aquilo que todos nós desejemos, assim nos motivemos para o caminho!